Polícia VIOLÊNCIA

Mulher é morta a facadas por vizinho que se irritou com ambulância

Uma jovem de 23 anos foi morta a facadas ap√≥s o vizinho se irritar com uma ambul√Ęncia que estava na rua para atender a av√≥ da v√≠tima. O caso ocorreu em Belo Horizonte

Por Aila Beatriz Inete / DOL, com informações do Uol

18/11/2023 às 22:10:40 - Atualizado h√°
Reprodução

Um caso de viol√™ncia chocou moradores do bairro Floramar, em Belo Horizonte, Minas Gerais. A Uma senhora estava sendo atendida por uma ambul√Ęncia ap√≥s passar mal at√© que um vizinho se irritou com a situação.

O homem começou uma discussão com a neta da senhora que era atendida e acabou matando a jovem a facadas. O caso ocorreu na noite da √ļltima quinta-feira (16).

De acordo com as informações, o suspeito foi identificado como Mauro L√ļcio Pinheiro. A jovem, Layla Karina Moreira Teles, tinha apenas 23 anos.

Segundo testemunhas, Mauro estava andando de carro pelas ruas do bairro. Ao passar em frente a casa da av√≥ de Layla, onde a ambul√Ęncia do SAMU (Serviço de Atendimento M√≥vel de Urg√™ncia) estava estacionada para atender a senhora, o homem se irritou e começou uma discussão com os familiares da idosa.

De acordo com ele a ambul√Ęncia estava atrapalhando a passagem. Conforme o Boletim de Ocorr√™ncia, Mauro deixou o local em alta velocidade e gritou que iria matar algu√©m.

Ap√≥s a confusão, o pai de Layla decidiu ir at√© a casa do suspeito para conversar com ele. A filha foi junto. Os tr√™s conversaram por alguns minutos, mas, o vizinho continuava a alterado e os dois decidiram ir embora.

Ao sa√≠rem, Mauro foi em direção a Layla e desferiu tr√™s golpes de faca na jovem. Os golpes atingiram o braço esquerdo, o peito e o abd√īmen da menina. Layla foi levada para o Hospital Risoleta Tolentino Neves por uma pessoa que passava no local, mas, chegou na unidade morta.

Prisão

A Pol√≠cia Militar foi acionada e agentes foram at√© a casa do homem. O suspeito estava escondido atr√°s do portão com uma faca. Ap√≥s minutos de conversa, Mauro se entregou e foi detido.

A arma usada no crime estava atr√°s do portão, assim como um furador de coco. Segundo as informações divulgada, Mauro tem hist√≥rico de viol√™ncia. A esposa dele relatou que ele agrediu ela varias vezes, al√©m de ter a ameaçado de morte.

Na delegacia, Mauro disse que não se lembrava do que tinha acontecido. Na ficha de Mauro consta que ele tem "amplo hist√≥rico de ocorr√™ncias de agressão, lesão corporal e ameaças".

A Justiça de Minas Gerais manteve a prisão de Mauro e converteu para preventiva, por tempo indeterminado.

Fonte: DOL
Comunicar erro

Coment√°rios Comunicar erro

LIG News

© 2023 LIG News - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

LIG News