A tecnologia do cultivo da uva avança no Brasil. No campo, a renda chega a R$ 5 bilhões por ano


Vanderli Angelotti e seu cacho de uvas de 6 quilos.


Famílias inteiras se dedicam ao cultivo da uva em várias regiões do Brasil. Só no Estado do Paraná, por exemplo, em 2021, as Centrais de Abastecimento paranaenses movimentaram mais de noventa e cinco milhões de reais em uvas.

A exemplo disso, entrevistei a Sra Vanderli Angelotti, que duas vez por ano, nos meses de abril e dezembro, produz de 03 a 10 mil quilos de uvas.

A produtora diz que no início era prazeroso e dava resultados financeiros, mas depois da pandemia ficou mais difícil. Ela segue na profissão desde 1982. Ela diz que o que melhorou foi o uso da tecnologia no cultivo e os convênios com a prefeitura; No caso, teve que adquirir um trator e um pulverizador para se adaptar a nova realidade; seu sonho é que o cultivo da uva seja mais valorizado, visto que, muitos produtores têm desistido.

Em 2018, Vanderli foi premiada, na festa da uva, em Marialva, por ter colhido um cacho de 6 quilos da fruta.

É bom ressaltar que estudos apontam que as condições climáticas na região – precipitação de 1.700mm/ano – influenciam de uma forma direta a qualidade da produção, obrigando o produtor a muitas aplicações de defensivos agrícolas (fungicidas) e à exposição do aplicador a estes produtos. A instalação da cobertura plástica sobre as plantas altera significa e positivamente as condições ambientais nas quais a planta se desenvolve.

Acompanhantes Goiania