Bruna Lorrane é condenada por injúria e difamação contra Marinor Brito

Segundo a assessoria jur√≠dica da ex-deputada, Bruna teria usado suas redes sociais para proferir insultos e praticar crimes contra sua honra, com atributos pejorativos e expressões ofensivas de cunho criminoso.

Bruna Lorrane é condenada por injúria e difamação contra Marinor Brito

A Justiça do Par√° condenou a ex-candidata a vereadora de Bel√©m, Bruna Lorrane, por crimes de inj√ļria e difamação contra a ex-deputada, Marinor Brito (Psol).

O Ju√≠z de Direito F√°bio Penezi Póvoa aplicou uma pena de sete meses e tr√™s dias de detenção, que foi convertida em serviço comunit√°rio e uma multa para a ex-deputada. Al√©m de arcar com todos os custos dos procedimentos jur√≠dicos.

Segundo a assessoria jur√≠dica da ex-deputada, Bruna teria usado suas redes sociais para proferir insultos e praticar crimes contra sua honra, com atributos pejorativos e expressões ofensivas de cunho criminoso.

"A prerrogativa concernente à liberdade de manifestação do pensamento, por mais abrangente que deva ser o seu campo de incid√™ncia, não constitui meio que possa legitimar a veiculação de insultos ou de crimes contra a honra de terceiros, especialmente quando as expressões moralmente ofensivas- manifestadas com evidente superação dos limites da cr√≠tica e da opinião jornal√≠sticas - transgridem valores tutelados pela própria ordem constitucional", disse o Juiz em sua decisão.

"A acusação não demonstrou no processo que Bruna Lorrane violou qualquer direito da Querelante, portanto, a decisão merece integral reforma para afastar a condenação, reexaminando os elementos de prova produzidos. Aguardaremos a devida intimação do conte√ļdo decisório para adoção das medidas processuais cab√≠veis", disse, em nota, a defesa de Bruna Lorrane.