Vereador do PL suspeito de estupro se apresenta à DEAM em Castanhal

O vereador do PL, suspeito de estuprar uma jovem de 21 anos, se apresentou a Delegacia Especializada no atendimento a mulher (DEAM) na tarde desta segunda-feira (27)

A cidade de Castanhal onde teria ocorrido o crime | (Marcelo Seabra/Ag. Pará)

A cidade de Castanhal onde teria ocorrido o crime | (Marcelo Seabra/Ag. Pará)

O caso de um suposto estupro na cidade de Castanhal, nordeste do Pará, segue em investigação pela Polícia Civil. Antes dado como foragido, o vereador suspeito de praticar o crime surpreendeu a população na tarde desta segunda-feira (27).

O vereador do PL se apresentou espontaneamente à Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM), acompanhado de advogado, onde negou as acusações de violência sexual feitas por uma jovem de 21 anos. O suposto crime teria ocorrido no último sábado (25), dentro do carro do parlamentar.

A vítima relatou à polícia que estava participando de um evento esportivo na cidade quando um homem, que seria o assessor do vereador, ofereceu-lhe uma suposta vaga de emprego na prefeitura e, posteriormente, uma carona até a residência após o término do evento. Segundo o boletim de ocorrência, em determinado trecho da viagem, a jovem teria sido forçada a manter relações sexuais com o vereador, que tem 26 anos e é casado.

Em estado de choque, a vítima não reagiu no momento, mas relatou o ocorrido para o pai e a tia assim que chegou em casa. O pai, que trabalha nao Guarda Municipal, acompanhou a filha durante o registro da ocorrência contra o homem.

Márcio Figueira, advogado do vereador, afirmou que o cliente não está foragido, pois não há mandado de prisão contra ele. Figueira destacou que o parlamentar tentou se apresentar à Delegacia da Mulher na noite de domingo, mas não foi ouvido devido à troca de plantão.

Segundo o advogado, o vereador está disposto a apresentar provas que comprovem a inocência. Após prestar depoimento, ele foi liberado, mas o caso continua sob investigação pela Delegacia da Mulher de Castanhal.

O presidente da Câmara de Castanhal, vereador Sérgio Leal, emitiu uma nota repudiando qualquer forma de violência contra a mulher.