Padrasto é preso em flagrante após €stuprO e mort€ de bebê de 1 ano no Pará

Na terça-feira (9), Frankyer chegou ao Hospital Municipal de Medicilândia com a bebê Rebeca Souza de Goes, já sem vida. Ele a deixou no setor de emergência e fugiu do local.

Reprodução/ Redes Sociais

Reprodução/ Redes Sociais

Um crime bárbaro chocou a comunidade de Medicilândia, no Pará, na tarde desta quarta-feira (10). Um venezuelano de 20 anos, Frankyer José Morão Salazar, foi preso em flagrante acusado de estupro e homicídio de sua enteada, um bebê de apenas um ano e três meses.
Na terça-feira (9), Frankyer chegou ao Hospital Municipal de Medicilândia com a bebê Rebeca Souza de Goes, já sem vida. Ele a deixou no setor de emergência e fugiu do local. A equipe médica constatou que a menina apresentava hematomas e sinais de violência sexual.
A Polícia Militar e a Civil iniciaram buscas pelo acusado, que fugiu para o município de Brasil Novo. Lá, ele foi reconhecido por moradores através de imagens divulgadas em redes sociais e aplicativos de mensagens. Ele foi capturado em uma propriedade rural por volta das 16 horas.
Após a prisão, dezenas de moradores se reuniram em frente à Delegacia de Polícia Civil de Medicilândia. Revoltados com o crime, eles protestaram e pediram justiça para a pequena Rebeca. Frankyer precisou de escolta policial para ser transferido para Medicilândia, onde responderá pelas graves acusações.